Sunday, February 5, 2012

Cookie monster, processo criativo e interativa fantasma.

Só para divertir:




Meu nome devia ser cookie monster.
Tenho escravizado meu marido para ele fazer cookies para mim com mais frequência do que minha vida de bailarina permite.
Preciso de doces para manter meu bom humor.
E tenho pensado tanto em humor ultimamente...

--------


Estou coreografando um trabalho para a companhia da Tisch que será apresentado em Março. E antes de decidir o que fazer eu vivi a maior crise. Não sabia o que fazer. Eu deveria escolher um tema, pesquisar e coreografar? Devia entrar no estúdio, improvisar, filmar e partir dali?

Não conseguia escolher meu assunto. O que eu teria em mente para criar?
Então um belo dia, estava no chuveiro e eureka!...
Porque não trabalhar exatamente em cima disso? Porque não brincar com minhas dúvidas e começar a criar partindo de quão bipolar eu sou?



A inspiração poderia vir de qualquer coisa, mas o meu foco seria exatamente a mudança de uma idéia para outra, focando no humor feminino (afinal tenho 5 bailarinas). Desde então tenho trabalhado na minha coreografia brincando com mudança de situações e gestos.

--------

HELP


Hoje precisei fazer um exercício de escrita (em inglês) para uma aula que tenho amanhã. Estou tendo que descrever de forma artística e livre uma coreografia qualquer.
Óbvio que escolhi este meu trabalho, porque além de cumprir o que preciso, eu ainda consigo um pouco mais de inspiração e lucidez para continuar criando.

Tenho gostado de muitas coisas que fiz, mas ando me sentindo travada, preciso de mais idéias, de coisas aleatórias da vida... Coisas de mulher.



Por isso vou dividir com vocês algo que usei como inspiração e vou pedir para que vocês me dêem suas versões.

Pedi para todas as minhas bailarinas me escreverem uma frase, uma pequena história, ou qualquer coisa que viesse à mente delas, que fosse relacionado com mudança de humor.

E peço o mesmo para minhas caras fantasminhas. Por favor me ajudem com uma mão-inspiração. Escrevam nos comentários de forma anônima mesmo.

E segue o meu exemplo para vocês:

Toda vez que eu vejo um Beagle eu choro. Balões de hélio fazem o meu dia. Quando meu marido deixa as roupas nos lugares errado eu fico uma fera. Cookies e chocolate deixam tudo mais alegre. Choro quando estou muito feliz, ou muito triste. E também quando estou muito mais ou menos. Adoro coisas de bolinha. Morder, apertar cravinhos ou torrar a paciência do meu gordinho é algo que sempre me anima. Quando eu preciso escrever algo que eu não gosto (como este trabalho em inglês) eu fico bebendo água o tempo todo, tendo surtos de choro e de riso e grito sozinha em casa comigo mesma.

Aguardo cometários insanos.

-----
Post Scriptum:

Sabe aquele ditado americano "an apple a day keeps the doctor away"?
(Uma maçã por dia, e fique longe do médico... só que rimando).
Acho que acabei de fazer minha própria versão do ditado:
A post a day, keep the psychiatrist away.

=D

5 comments:

  1. ADOREI SEU NOVO DITADO!

    Vou pensar na sua frase/texto e posto, anonimamente! ^^

    ReplyDelete
  2. Estou com a Alana totalmente.
    bjuuu

    ReplyDelete
  3. Xu, não dá pra comentar como anônimo, vc tem q colocar essa opção...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ok. Vou colocar esta opcao entao. Mas se quiser, tbm pode comentar assinando ueh!

      Delete
  4. Amo ver cachorros correndo!


    hahaha

    ReplyDelete

ShareThis